logocompacto2017.jpg

Almoço Vegano

de terça à sábado das 11h30 às 15h30

 

 

Feijoada.jpg
Às quartas feiras e no 2° e 4° sábados do mês feijoada vegana com direito à caipirinha s/ álcool
Yakissoba 1.jpg
Diariamente temos yakissoba feito na hora especialmente pra você
Hamburger.jpg
X-hambúrguersalada em qualquer dia, experimente também a versão sem glútem e sem soja
pastel.jpg
Às sextas feiras o melhor da cozinha lúdica
comidamama.jpg
A simplicidade da comidinha de mamãe nas terças feiras
Paella.jpg
No 1°e 3° sábado do mês tem a autêntica Paella Vegana by Maria del Pilar Villuendas, de Zaragoza
comidaarabe.jpg
Às quintas feiras comidas do Brasil e do mundo, homenagens, referências, fusões
© Roberto André_2164.jpg
Leve pra casa nossos congelados e muito mais!

 

Gritaríamos ao mundo: é bom amar e ser vegano! Não se crer soberano, ou qualquer outro engano...

Mas nem sempre há eco num discurso libertário, e por isso nos esforçamos no argumento culinário.

Fazer comida gostosa define muito bem a missão, escolher, dosar temperos, mas que bela obsessão.

Alguns se pegam só com as pontinhas dos dedos, ao passo que outros, recomenda-se  encher a mão.

Temperos bravos e valentes, que afastam medos, condimentos afetivos, que  fraco coração aquece.

 Pode-se mesmo temperar só com os sentimentos, mas tempero industrializado, aí ninguém merece!

Porque ser brasileiro é saborizar com rapadura, e nada é mais nobre que valorizar a agricultura.

Sentir gratidão ao sol, à chuva e até aos ventos, à mãe natureza, também a todos seus rebentos,

 dos doces frutos saber extrair todo supra sumo, que nessa vida já escolhemos bem o nosso rumo:

 nada levar daqui, a não ser o Tao aprendizado, e amar e respeitar, para oferecer fugaz legado,

 temperar na vida, e só restar em sua memória, apenas aroma, que seja simples a nossa história.